domingo, 22 de junho de 2014

Como organizar suas leituras (apesar do TDAH) - parte II

Métodos

Eu tenho TDAH. Então, eu não tenho método pra leitura! Aliás, se você entrou nesse blog buscando métodos, vai acabar se frustrando!

Quando você é TDAH, a primeira coisa que precisamos aceitar é a tentativa. Estamos sempre tentando nos melhorar e nem sempre temos sucesso. Não estou dizendo pra você aceitar a falha e abraçá-la como sua melhor amiga, mas conviva de forma natural com o fato de que nem sempre você vai acertar.

No que concerne minhas leituras, eu tenho algumas manias/ tentativas de organização (que nem sempre são eficientes):

Defina ambientes

Eu não consigo ler um livro de cada vez! Tem muitos assuntos que me interessam, e ao mesmo tempo, e eu não sinto nenhuma culpa por isso!

Então, eu defino ambientes e períodos do dia pras minhas leituras.

Na escrivaninha sempre mantenho um livro de Direito pra ler, porque é lá que eu estudo. Meus livros de pesquisa ficam ali também, então, mantenho ali os livros de consulta, dependendo do tema que estou pesquisando. Podem ser até uns cinco livros, mas sempre tem um principal, que funciona como um guia. Quem estuda Direito sabe que sempre tem a corrente majoritária, então eu leio um doutrinador majoritário e vou permemando a leitura com outros doutrinadores com opiniões divergentes, pra ir formando minha opinião e linha de pesquisa.

Eu tenho dois períodos de estudo por dia: manhã (8h às 10h) e noite (21h às 23h). Nem sempre consigo estudar os dois períodos, ou pelo período completo, mas é nessa hora que leio sobre Direito.

Na bolsa sempre mantenho um pocket book pros trajetos pendulares. Se estou no trânsito, organizo minha agenda e tarefas no celular e depois me distraio com um livro. Gosto de ler livros sobre TDAH nesse período. Eles despertam meu raciocínio. Nesse momento também leio muitos e-books.

Eu PRECISO de livros de cabeceira! Ler também me relaxa pra dormir. Então, sempre mantenho um  livro bem leve, gostoso de ler do lado da cama. Pode ser poesia ou literatura, em qualquer idioma que eu consiga ler. Não pode ser um livro que me desperte ou desafie. Não sou muito boa em espanhol, por exemplo, então não leio livros desse idioma nessa hora e nem livros sobre psicologia, porque é um assunto que me deixa ligadíssima!

Estava lendo o blog da Thais Godinho e ela postou ontem sobre ler também, super coincidência! Dá uma passadinha no http://vidaorganizada.com e dê uma lida, vale a pena!

Imagem: birdsonawire.blog.com

Talvez você goste de...

Tags

ABDA (4) academia (2) acordar (1) adolescência (1) agressividade (2) álcool (1) alimentação (1) android (1) anjo da guarda (1) ano novo (1) ansiedade (5) antidepressivos (2) apertar dentes (1) aplicativos (2) arte (2) asperger (1) astrid (2) atrasos (1) autismo (1) autoboicote (1) autoconhecimento (1) autosabotagem (1) banho (1) bau (2) bebida (2) benfeitoria (1) benjamin franklin (1) bispo do rosário (1) blog (3) bruxismo (1) bula (1) bullet journal (1) bulletjournal (1) casa (1) causos (1) celular (2) cérebro (4) ciclotimia (1) cocaína (1) colônia Juliano Moreira (1) como eu me sinto quando (1) contato (1) cotidiano (22) cozinha (2) crianças (1) crianças cristal (1) crianças índigo (1) crise (1) dança (2) daniel radcliff (1) dda (1) dentes (1) depressão (3) desatento (3) dgt td (1) dica (1) direito (1) disforia (1) dispraxia (1) distmia (2) distração (3) divagar (1) divaldo franco (1) dívidas (1) dor (1) dorgas (1) drogas (1) efeitos colaterais (3) eleições 2014 (1) escola (1) espiritismo (4) esquecimento (5) estimulantes (1) estrutura externa (3) estudos (2) evernote (1) Exercício (1) exercícios (3) facebook (1) faculdade (1) festa duro (1) foco (1) forbes (1) fórum (1) gardenal (1) gerenciamento de tempo (4) gestor de tarefas (2) google (1) grupo de ajuda (1) gtasks (1) hallowell (2) Hariel (1) harry potter (1) hiperatividade (2) hiperativo (3) hiperfoco (1) Hospício Pedro II (1) impulsividade (1) infância (1) insensata (1) insônia (3) ioga (2) Joanna de Ângelis (1) jogos (1) kátia cega (1) leitura (1) link (2) listas (3) literatura (1) livro (9) loucura (1) lumosity (3) maconha (1) Maksoud (2) mandíbula (1) mau-humor (1) medicação (11) meditação (3) meme (6) memes (1) memória (1) metilfenidato (1) métodos (5) mitos (9) mostra (1) não está sendo fácil (1) neurofeedback (1) notícia (1) o ciclo da auto-sabotagem (1) organização (6) party hard (1) paulo mattos (2) pesquisa (1) Pinel (1) poesia (1) posts (1) Produtividade (1) psicologia (1) ranger dentes (1) reiki (1) relações sociais (2) relato (1) religião (3) resenha (2) rio de janeiro (1) ritalina (7) ritalina com bobagem (1) rivotril (1) rotina (2) russel barkley (1) São Paulo (2) saúde (2) Seminário (2) site (1) sono (2) stanford (1) tarefas (2) tasks. listas (1) tda (1) tdah (18) tdah adulto (7) tdah infantil (3) tendência (1) teorias (1) teste (2) trabalho (5) tv (1) viagem (1) viagra (1) vício (1) vida financeira (1) Vídeo (5) vídeos (1) vugnon (1) yoga (2)